TIPOS E CARACTERÍSTICAS DO CAFÉ

TIPOS E CARACTERÍSTICAS DO CAFÉ

Mesmo quem não gosta de café, reconhece de longe aquele aroma na hora, ou logo depois de seu preparo. Esta matéria tem como objetivo apresentar um pouco da história do café, além de apresentar as variedades de grãos e tipos de bebida que se pode obter para todos os gostos. Café também é variedade!

História do Café: O começo de tudo

Antes de explorarmos a diversidade que é este maravilhoso grão, que nos dá forças todos os dias de manhã, é essencial conhecermos a lenda que eternizou o café em todo o mundo.

O consumo do café começou por volta de 575 d.C., com registros alegando o consumo da polpa do café junto de refeições dos Etíopes. Não há registros oficiais da origem do café, porém, uma lenda Etíope (Lugar de origem mais provável do Café), um Pastor denominado Kaldi, alimentou suas cabras com folhagens de um fruto amarelo avermelhado e percebeu algo estranho. As suas cabras, à medida que consumiam o fruto, ganhavam muita energia. Ele, observando tudo isso, pega uma amostra do fruto e leva a um monge. O monge, como primeira impressão, batizou o fruto como “trabalho do diabo”, mas, depois de sentirem o aroma do grão sendo torrados na fogueira, os monges então passaram a apoiar o uso da planta nas alimentações.

Uma segunda versão dessa lenda diz que Kaldi havia levado o café para o monge. Intrigado com o testemunho do pastor, o monge realizou experimentos, preparando o café em meio a seus alimentos. Ele pode assim, comprovar os efeitos do café, atestando o aumento de energia e até mesmo usando o fruto em dias de reza.

Mesmo Com a Origem Etíope, a comercialização e a origem da palavra “café” vêm do Iêmen e do idioma árabe. A bebida se chamava “Kahwah” ou “Cahue” (Força) e a planta tinha o nome de “Kaweh”. O Café ficou também conhecido como “Vinho da Arábia”, pelo seu poder energético, por ir de acordo com os princípios do alcorão de não uso de bebida alcoólica e por seu potencial comercial no Oriente Médio. A partir de sua comercialização em massa, o café se espalhou de cultura em cultura até ser o que é hoje.

Café no Brasil

Francisco de Melo Palhete, Bandeirante da Coroa Portuguesa e Primeiro Herói do Café Brasileiro, Trouxe a energética planta ao Brasil de forma clandestina da Guiana Francesa, sendo esta muda, um presente da esposa do governador francês Claude d’Orvilliers. O clima favorável em nosso país permitiu com que o café pudesse ser cultivado para consumo regional e, futuramente, pudesse ser a esperança econômica de Portugal, com a venda do então conhecido como “Ouro Negro” que rendeu mais de 100 anos de história no Brasil.

Tipos de Grãos: Quanto maior a altura, maior a Qualidade!

Os tipos de Grãos de Café que escolhemos para o preparo da nossa bebida influencia drasticamente no sabor. Os grãos são divididos em duas espécies conhecidas: O Café Arábica (Coffea arabica) e o Café Robusta (Coffea canephora).

O Café Arábica é a planta originaria da Etiópia, exatamente de suas montanhas. Quanto mais alta a lavoura, mais qualidade o grão terá. O Café Arábica possui 50% a menos de cafeína, porém, sua complexidade de sabores é ampliada graças a seus teores elevados de açúcares.

Esta planta é responsável por uma variedade de cafés finos como o:

Café Bourbon: Popular fora do Brasil, possui notas achocolatadas, um aroma marcante e sua acidez moderada. Por possuir notas que dão sensação caramelizada e uma redução na acidez, é ideal para pessoas que buscam uma experiência bem doce.

Café Catuaí: Cultivado aqui no Brasil, Possui acidez moderada e dispensa adição de açucares e adoçantes por possuir um açúcar natural.

Café Kona: Cultivado em Kona, No Havaí, é considerado por muitos o melhor café do mundo pelo seu sabor exótico proporcionado pela região vulcânica, que acrescenta muito ao seu sabor.

O Café Robusta é o café com mais quantidade de cafeína. É ideal para se cultivar em altitudes mais baixas e possui maior resistência contra pragas. Seu uso mais comum é no café instantâneo, com um valor energético elevado, é ideal para os paladares que gostam mais do sabor amargo e encorpado.

Vantagens de uma Máquina de café

Existem máquinas hoje em dia que são capazes de extrair um excelente expresso, assim como outras variedades de café. A importância do bom café se dá pela consideração de prazer e satisfação que ele causa em seus admiradores. Uma boa Máquina pode oferecer um bom expresso com muita praticidade e facilidade de uso. Além de Satisfazer os amantes de café, as máquinas podem ajudar a contribuir na imagem de uma empresa. Café é prazer e momento de descontração. Se você oferece um bom café como cortesia a seus funcionários e clientes, você transmite todos esses momentos de prazer e descontração, passando a impressão de que tudo que você pode oferecer na sua empresa, tem a mesma sensação.

Mais tipos de bebida

Espresso: Café de aroma forte, moído na maquina com pressão. É claro que um bom espresso tem uma boa espuminha!

Ristretto/Curto: é um espresso reduzido, para se aproveitar ao máximo de seu aroma. Ele contém baixo teor de cafeína.

Lungo/Longo: é um espresso mais fraco, com mais quantidade de água. Contem uma quantidade maior de Cafeína.

Corretto: Café espresso onde se adiciona bebida alcoólica como cachaça ou licor. Ideal para dias frios.

Irish Coffe: o Café Corretto onde se acrescenta o Whisky recebe este nome especial.

Macchiato/Pingado: mistura de café quente e leite frio, com um creme de leite mais ralo.

Caffè Latte: como o Macchiato, porém com maior dose de leite.

Cappuccino: Café Espresso com leite batido no vapor. Possui uma espuma característica muito grossa.

Americano: “café normal”, passado no filtro, com um aroma bem mais fraco que o café espresso, devido ao modo de preparo.

Moka: café preparado em uma cafeteira especial. Consiste em uma cafeteira onde o reservatório de café fica bem acima de um reservatório de água, com um filtro de café de metal ao meio. A água ferve, e o vapor da água passa pelo filtro, levando o café junto com ele no processo, assim recebendo o nome de Moka.

Agora, com a apresentação de vários tipos de grãos, Formas de preparo, benefícios de uma cafeteira e ate mesmo a apresentação da lenda do café, qualquer pessoa terá de experimentar vários tipos, para que, ela realmente possa encontrar seu café ideal. Não existem pessoas que não gostam de café, apenas existem pessoas que não encontraram seu tipo de café favorito!

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *